Entendendo os Motivos de Ajuste do Estoque

Em resumo, a entrada de produtos provém do Pedido de compra e a saída se dá com a venda. Entretanto existem situações que podem modificar o estoque. Utiliza-se nestes casos o ajuste de estoque. Para que o usuário gestor possa controlar tais procedimentos, é preciso indicar um motivo ao realiza-los. A seguir, contam algumas instruções a respeito.

Como citado acima, para realizar um ajuste de estoque é necessário indicar qual o motivo do ajuste. O motivo pode tanto indicar uma entrada quanto uma saída de produtos.

Um exemplo de motivo de entrada é “encontrado no estoque”, quando são encontrados itens no estoque que por algum motivo não haviam sido contabilizados. São exemplos de motivos de saída: perdido no estoque e danificado, quando por algum fator externo perdem-se produtos.

Ao indicar um motivo de saída, o valor informado será subtraído de seu estoque. O contrário também vale. Ao informar um motivo de entrada, o valor indicado será somado ao estoque.

Os ajustes exibidos na tela “Ajuste Transferência Estoque” são cadastrados na tela “Motivo Ajuste Estoque”, devendo ser indicada a descrição do motivo e se este é um motivo de entrada.

Para utilizá-lo, também é preciso liberar a “visão” deste motivo na tela “Regras de Visibilidade”.

Caso a ideia seja substituir o valor do estoque por um novo valor, quando se realiza uma contagem de estoque total, por exemplo, usa-se a opção “Sobrepor estoque” na tela de ajuste.